domingo, 15 de agosto de 2010

Atributos das músicas que nos tocam. "Flutuar" e "Higher".

Quais são os mais importantes atributos para uma música?

Penso que não dá pra fechar essa questão. Mas já comentamos aqui que uma música costuma tocar a gente quando tem uma mensagem que se compatibiliza com os nossos anseios, que traduz alguma coisa que está dentro de nós, e quando está impregnada de uma energia, uma vribração própria e forte que nos alcança de maneira especial.

Ambas as características terão repercussão diferente nas diferentes pessoas. Não deve existir, assim, uma música capaz de fazer qualquer pessoa arrepiar, pois esse "feeling" é algo individual, particular. Contudo, certamente há algumas músicas que conseguem alcançar um número maior de pessoas e "durar" por muito tempo, enquanto outras "logo passam".

Uma música pra mim cheia de energia é "Flutuar", do GAN - Grupo Arte Nascente, lá de Goiânia. Clicando aqui vc pode conhecer um inspirado clipe dela, do DVD do GAN. Pura energia.

Eu me amarro muito nessa canção porque ela tem essa vibração que me toca e me diz alguma coisa muito forte. A letra dela, apesar de não ter exatamente um mensagem moral, traduz algo muito legal e real em nossas vidas, que são as oportunidades de encontro, consciente ou inconsciente, com as entidades que nos orientam a jornada aqui na Terra.

É muito bonito você dizer pra esse ser luminoso (que pode ser Jesus, seu mentor espiritual ou qualquer outro que te ampara):

"Sim, eu vou lembrar dessa amanhã
Sentir você chegar
Dou todo o meu ser, belo jardim
Pra você brotar
(...)
Me faça mais leve, quero flutuar
No vôo da vida, venha me levar"

Eis aí uma bela expressão do nosso anseio de de crescer, de ascender, de ir mais alto. De flutuar. Por isso, atendendo ao meu carinho por essa música, gravei o vídeo a seguir:



Há muitas outras músicas que tratam de questão semelhante, dessa alegria na conexão com algo melhor e mais alto, o registro das nossas aspirações de melhora sempre amparadas por emissários Divinos. Eu mesmo fiz, em parceria com Felipe Bizzotto, a música "Um sonho bom", na qual está registrada a vontade de não acordar, pela sensação de se estar num ambiente prazeroso, ao lado de seres que nos amam e amparam. Se quiser conhecer, clique aqui.

Mas músicas de contextos completamente diferentes traduzem, quem sabe, esse mesmo sentimento, o que acaba por demonstrar que a conexão com os espíritos no outro lado da vida é uma realidade. Vejamos a música "Higher", da banda americana Creed. É uma bela letra, cuja tradução você pode conhecer na íntegra clicando aqui, mas que transcrevo a seguir uma pequena parte, apenas para ilustrar:

"Quando sonho sou guiado para um outro mundo várias e várias vezes
No amanhecer eu luto para continuar dormindo
Porque eu não quero deixar o conforto desse lugar

(...)
Você pode me levar mais alto?
Para um lugar onde os cegos veem?
Você pode me levar mais alto?
Para um lugar com ruas de ouro?

(...)
Mas, meu amigo, eu sacrificaria todas aquelas noites
Se eu pudesse fazer da Terra e dos meus sonhos os mesmos
A única diferença é deixar o amor substituir todo o nosso ódio"


Além disso, trata-se de uma música, pra mim, cheia daquela energia, mas que talvez por ser um "rock" não vai causar a mesma sensação em todo mundo. Quem não conhece pode clicar aqui pra ver um vídeo dela, com legendas em português.

E, naturalmente, há muitas outras canções que cuidam de questões semelhantes. Não poderia deixar de citar uma que é quase um hino para muitos de nós, a música "Encontro", de Willi de Barros, da qual menciono o seguinte trecho:

"Oh, meu avatar, quando eu penso em ti
Minha alma voa
E o pensar em ti faz dentro de mim
Uma coisa boa
(...)
Não te vejo e entanto te encontro
Mais presente a cada passo do meu caminhar
Não ouço o tom da tua voz e mesmo assim
te escuto a cada batida do meu palpitar"

Dessa música tenho apenas um mp3 de qualidade reduzida. Quem quiser pode baixá-lo neste link.

E você? Qual música te faz sentir conectado com algo maior, mais alto, algo bom? Do que ela fala? Tem uma flagrante mensagem moral? Ou utiliza termos como flutuar, voar, estar sobre asas etc para traduzir essa nossa aspiração pela elevação junto aos seres que nos amparam?

15 comentários:

Mauro disse...

Algumas canções me tocam sobremaneira e despertam o que há de mais belo no meu íntimo... sensação agradabilíssima. São elas, dentre as espíritas:

"Ele" de Alexandre Paredes (Bsb)
"Pedro" de Tim e Gladston Lage (Tim e Vanessa)
"Apenas amar" de Denis Soares - Essa eu toco todo dia... Meu filho de 4 anos já canta ela todinha. E olha que ele gosta de outras (e também canta) como "Viajante do Universo"... Aqui em casa quase todo dia é assim: "Papai, que tal a gente ouvir o CD do 'Tio Denis'? Um dia faço um vídeo dele cantando e posto, viu Denis?!

Mais recentemente, tive a oportunidade de conhecer a canção intitulada "Verdades" cuja letra é de Juliana Garcia e melodia do Denis. Ah, essa é demais... Difícil definir o que sinto! É uma verdade que toca o coração...

Não posso deixar de registrar a minha admiração pelo trabalho de Willi de Barros. Como não se emocionar ao som de "História de Madalena"?

Outro fato que sou obrigado a mencionar: certa vez contei aos jovens da juventude espírita da qual participo a história, já relatada pelo Denis, da canção "Reencontro". Resolvemos, então, não cantá-la: lemos. Indescritível a sensação. Todos nos emocionamos. Hoje, para nós, "Reencontro" é um hino à amizade, ao vínculo que nos permeia!

Embora seja espírita, sou oriundo de família evangélica e, portanto, escuto muita coisa do movimento protestante. Uma canção, há alguns anos, tocou bem no fundo... "Eu preciso de Ti", do Ministério "Filhos do Homem". Belíssima canção... Toco-a sempre.

Dentre as canções seculares cito:
"Imagine" de John Lennon.
"Cio da Terra" e "Canção da América" de Milton Nascimento.
"Mais uma vez" de Flávio Venturini e Renato Russo.

E de Vander Lee, artista mineiro pouco conhecido aqui em Brasília, cito os versos da canção "Onde Deus possa me ouvir".

"Sabe o que eu mais quero agora, meu amor... Morar no interior do meu interior. Pra entender por que se agridem, se empurram pro abismo, se debatem, se combatem sem saber."

Do mesmo, também recomendo a canção "Sábio".

Abraços fraternos a todos!

Cris Garcia disse...

Olá Denis!

Inicio aqui pedindo licença para nosso amigo Mauro em usar sua expressão descrevendo a canção Reencontro como um Hino à amizade.
Tenho nela as mais belas recordações de minha caminhada, ela consegue em qualquer lugar, acalmar, asserenar todos os corações, me leva sempre à reflexão de como venho me portando junto dos meus, me leva a lugares que de forma outra não poderia chegar... é o poder da música, das emoções que elas nos causam, em especial Reencontro.

Gostaria de falar também da música Depende de Você (Eduardo Barreto), que nos mostra que podemos caminhar, que há algo muito além disso tudo que nos rodeia... que somos falíveis sim, mas, caminhamos todos em direção ao Pai, à angelitude: "nosso prêmio", é essa nossa direção.

Gosto de forma especial de Bem aventurados os aflitos (Marielza Tiscate), é a consolação, a esperança, todos os tesouros da terra não pagarão as alegrias dos céus, mas é com alegria que despertamos para o entendimento... sabemos hoje que as “misérias” da terra serão a nossa ascensão perante o Pai, se resignados estivermos, e trabalhando sempre para o bom cumprimento de todas as etapas.

E que forma melhor teria de passar tudo isso que junto do abraço, mesmo distante, e fraterno de nossos amigos que com vozes e melodias belíssimas nos envolvem e nos encorajam, dizem-nos: siga, vá em frente, estamos todos juntos, juntos chegaremos ao Pai, e mesmo quando tudo parecer perdido, “olha, vê tantas estrelas... é pra lá que tu vais, num recanto do universo... vais encontrar a paz!”, e assim caminhamos nos deixamos envolver por esse sonho bom... e como por mágica encontramos o dom, o dom de prosperar, de se educar, de trabalhar, o dom de AMAR!

Abraço a todos!!

Paz e Bem!

Romário disse...

Já que falamos do GAN, eu acrescentaria outra que também me toca bastante: "Subindo Até Você". Essa é um "rockão" mesmo, que me faz vibrar a alma! Outra que, por caminhos quase opostos, me faz sentir noutros planos da existência é "Pensamento Sideral", do Alma Sonora. Para mim, uma obra-prima daquilo que já se produziu até hoje nos domínios da Arte Espírita.

Roney - florear disse...

Quando tocava em bandas, sentíamos este "Feeling" ao tocar determinadas músicas, a galera mudava completamente.

De certa forma algumas são mais carregadas de sentimento e parece que isto atinge quem ouve de forma muito mais forte.

Desde quando ouvi flutuar pela primeira vez ela me tocou muito forte.

Do viajante, "apenas amar" é cheia de energia, de uma forma única, e tenho certeza que muitos concordam com isto, ela está cheia desta energia, deste feeling bom que buscamos.

Mas não posso dizer aqui todas que me tocam, pois cada grupo que conheço possui uma ou diversas músicas que me tocam muito...não teria espaço...rs

No momento algumas estão mais fortes em minha mente: "Chamas" do Tim e Vanessa,"Verdades" do Denis, "Força do bem" DIIJ?, "Além" Giro Livre e algumas outras...

Agora, nas músicas que nos atraem, o que será que fala mais forte? Qual mensagem?

Mauro disse...

Aceitando a proposta do amigo Roney, escolho uma das minhas preferidas na atualidade... Verdades!

Sempre quis, quando mais jovem, promover a mudança do mundo! Não é isso o que todo jovem quer?! Todo jovem quer ser tudo ao mesmo tempo, quer alcançar as estrelas... Às vezes (muitas vezes) na ânsia de algo fazer, trocamos as mãos pelos pés; por conta da falta de experiência dificilmente identificamos o dispensável.

Somente quando chega a maturidade, quando olhamos para todas as realizações, descobrimos a impossibilidade de conhecer tudo o que queremos e de desvendar todos os mistérios. Em contrapartida, descobrimos que aquilo que procuramos está (e sempre esteve) tão perto, tão junto ao coração!

A transformação que queremos fazer no mundo, encontramos em nós mesmos. E é tão maravilhoso o Bem de em paz viver!

Essa canção descreve perfeitamente o que sinto, o que vivo, o que busco.

Parabéns à Juliana e ao Denis!!!

Ps: Roney, esqueci de comentar anteriormente mas a sua parceria com o Denis "Se espalha ao vento" está virando "hit" espírita aqui em Brasília. Muito boa, cara...

Denis Soares disse...

Ei, pessoal!

Nossa, que legal ver o que vcs escreveram. Uma que o Mauro lembrou e que em mim tb soa com tudo é "Ele", do Alexandre Paredes. As de Tim e Vanessa pra mim tb são especiais, têm uma vibração incrível, estou sempre tocando e tocando.

Fico feliz pelo que vcs disseram de Reencontro. Ela é bem isso mesmo, um hino à amizade, e o que eu acho mais incrível é que por mais músicas ótimas que existam e que a gente adore, sempre está surgindo alguma coisa nova que toca a gente.

Penso tb que é um privilégio termos tantas músicas de qualidade como as que foram citadas, e tudo isso dentro do nosso contexto, sempre feitas voltadas para as nossas idéias. É tanta gente fazendo tanta coisa legal... e aí de repente a gente escuta uma música que diz algo que está dentro da gente, é muito bom, dá essa sensação de que somos um pouco mais compeendidos, sei lá.

Pessoal, valeu pelos comentários. Quem puder, sugiro que depois coloque aqui pra gente o link das músicas que foram citadas, como Pensamento Sideral e Bem aventurados os aflitos, seja de mp3, seja link no youtube, porque às vezes no futuro alguém lê esse post e quer ter a oportunidade de conhecer.

Abraços, amigos, valeu!

E o espaço segue aberto pra quem quiser se aventurar...

Mauro disse...

Amigos,

Para conhecer "Ele" e outras canções do Alexandre Paredes:

http://www.musicexpress.com.br/Artista.asp?Artista=205

Vocês vão gostar!

Roney - florear disse...

Olá meu caro Mauro,

Realmente Verdades vem ao encontro de muitos ideais que muitos tiveram quando mais jovens, gosto muito dela também.

Os créditos de "se espalha ao vento" é todo do Denis, todo mundo já conhece o talento dele. Fico muito feliz ao saber de músicas assim, tão boas para a alma, sendo hit.

Muitos grupos que venho conhecendo agora, possuem músicas incríveis e não conhecia, temos muitos artistas precisando ser divulgados.

O grupo Giro Livre por exemplo, que citei, a música é maravilhosa... mas pouco conhecida pois eles são mais regionais, e não possuem site nem blog... Irei tentar disponibilizar alguns links aqui depois.

Grande abraço para todos!!!

Rone

Sader Chambela disse...

Grande Denis!

Rapaz... q pergunta é essa? Escolher a música preferida é o mesmo que perguntar de qual dos amigos a gente gosta mais. É impossível!

Eu vejo as músicas desta forma, como amigos... na verdade (para mim) as músicas são verdadeiras companheiras e em determinado momento uma está mais presente que outra, fortalecendo mais que outra.

refleti bastante... Não consigui escolher a preferida ou as preferidas.

No momento, a que está em minha mente é a Fim dos Tempos de joão Cabete... mais precisamente, na interpretação do nosso amigo João Paulo Lanini... ele tocou essa sábado no Sarau da COJEUS. Ouvir o João tocando João é uma coisa fora deste plano!

Abraço irmão!!! Abraço moçada!!
Sader

Denis Soares disse...

Sader,

Nesse caso eu te diria que vc é como uma ótima música: um amigo querido e incomparável!

Abraço, meu irmão!!!

Sader Chambela disse...

Rapaz! Ontem voltei pra casa pensando neste assunto... e pensando em vc, JP, Hércules, Marcony, Samir... mais uma turma... cheguei a conclusão que tenho na verdade uns 5 CDs de Coletâneas! hehe

Você é um desses "amigos-irmãos" que "encantam o viver" e além de tudo "eu sou seu fã".

Abraço amigo!

Marthina disse...

Música... Como é possível escolher uma só? Algumas músicas marcam determinados fatos ou momentos da nossa vida, outras estão sempre presentes, já que falam direto ao nosso coração, e assim, vai se formando a trilha sonora da nossa vida.

Então, quando penso nas minhas músicas preferidas, a primeira coisa que vem à minha mente é AMOR. Um amor puro e verdadeiro, que faz flutuar, viajar e sentir o coração pulsando junto com o do Criador. Já me rendi várias vezes às lágrimas ouvindo e cantando Canção para Cristo (Denis Soares) “...Quando penso em Ti sei que não estou sozinho... Minha força é a fé que parte desse nome, que remove montanhas em nome do amor...”.

Oração (Salvador Gentile) marcou a minha história desde a primeira vez que ouvi “... Eu quero Senhor melhorar, vencer esse estranho pendor... Transformar os meus impulsos em gestos de puro amor...”

Pra sempre em meu coração (Meu Cantar), essa música é mais que especial. “Nem se eu pudesse ter um pôr do sol, a lua, as estrelas, toda natureza. Nem se eu tivesse todo ouro e não tivesse um amigo nada teria...”. Traduz a amizade e um trabalho lindo de arte espírita desenvolvido aqui. É a demonstração viva que a música pode unir pessoas com o mesmo ideal onde quer que elas estejam.

Vaso Escolhido (Tim e Vanessa), “No deserto das incompreensões o amor de Deus a nos chamar...”.

São muitas canções...

Abraços!
Marthina

Denis Soares disse...

Ei, Marthina!

É isso aí. Não da mesmo pra falarmos de uma. São muitas que tocam a gente.

A minha preferida, muitas vezes, é a mais recente de Tim e Vanessa, hehehe... Ou seja, vamos sempre atualizando, e é muito bom.

Mas como os exemplos que vc mencionou, tem sempre aquelas que vão ficando com um carinho especial. É aquele negócio: elas não morrem, e muitas vezes nos remetem a ocasiões especiais da nossa trajetória.

A propósito, quem sabe em outubro vou ter a oportunidade de ir ao triângulo! Tomara que d~e certo!

Abraços!!!

Anônimo disse...

Denis do céu... Este texto é você...

Suas palavras me lembraram a questão 251 de O LIVRO DOS ESPÍRITOS:

"251. São sensíveis à música os Espíritos?

Aludes à música terrena? Que é ela comparada à música celeste? A esta harmonia de que nada na Terra vos
pode dar idéia? Uma está para a outra como o canto do selvagem para uma doce melodia. Não obstante, Espíritos vulgares podem experimentar certo prazer em ouvir a vossa música, por lhes não ser dado ainda compreenderem outra
mais sublime. A música possui infinitos encantos para os
Espíritos, por terem eles muito desenvolvidas as qualidades
sensitivas. Refiro-me à música celeste, que é tudo o que de mais belo e delicado pode a imaginação espiritual conceber.”

Ai, ai... Sinto que o trabalho TIM-VANESSA-GLADSTON é de vanguarda, anunciando-nos as futuras vibrações da Terra; estimulando-nos a imaginação espiritual a captar esse "belo e delicado" da música celeste...

(...)

No momento, duas músicas me chegam como resposta à pergunta do final da sua postagem: SENTIR e FORÇA DA VIDA (do nosso amigo Rodrigo). Você poderia gravá-las e disponibilizá-las no site?! :-)

Com relação aos trabalhos que se encontram fora do contexto espírita, há uma música chamada GO SLOWLY (da banda Radiohead), cuja letra, na minha interpretação, aborda o sentimento de que quem começa a desenvolver "os olhos de ver", sugeridos por Jesus. A banda, nessa canção, usa como interlocutor o personagem "Maria" e eu, quando a canto, penso na amada "(Maria)Ave, oh cheia de graça, pelo Pai foste escolhida". Sinto-me à vontade em dar esse tom energético para GO SLOWLY, pois, como você mesmo disse, sentir uma música é algo muito particular e intransferível!!! Tomo a liberdade de colocar a letra aqui e convido a todos a ouvirem a melodia de sensibilidade singular:

"Oh Maria, come slowly
Come slowly to me
I've been waiting
Patient, patiently

I didn't care but now I can see
That there's a way out
That there's a way out

That there's a way out
That there's a way out
That there's a way out"

...traduzindo...

"Oh, Maria, venha lentamente
Venha lentamente até mim
Eu tenho esperado
Paciente
Pacientemente

Eu não me importava
Mas agora eu posso ver
Que há uma saída
Que há uma saída

Que há uma saída
Que há uma saída
Que há uma saída"

(OBS: Na verdade, Denis, há uma discussão se o Thom York canta "Oh Maria" ou "Over here". Eu sou da turma que escuta "Oh Maria". Hehehe!!!)

Beijo!!!

Com saudade,

luciana1857

Denis Soares disse...

Ei, Lu!

Não conhecia essa música Go slowly, e estou escutando aqui, Realmente tem uma energia que toca fundo, né? O Radiohead, aliás, tem muito disso.

E pra mim não tem nada de over here não, hehehe...

Acho legal ver como não importa a fonte, a mensagem é passada. Eis um dos atributos da verdade: ela se levanta de todos os lugares. Então não há limites para que essa mensagem seja trazida pra gente,.e por meio de nós mesmos.

Isso, claro, na forma como vc bem lembrou com a citação do Livro dos Espíritos: de maneira imperfeita e compatível com a nossa necessidade superficial...

As músicas Sentir e Força da vida eu vou ficar devendo uma gravação, ao menos por hora, pois não conheço ainda. Mas quem sabe em breve eu possa gravar, até porque esse é um projeto, de gravar muitas músicas pra colocar no site.

E... quanto ao trabalho de Tim e Vanessa... estou totalmente de acordo. Acho que ele, apesar de já ter uma ótima inserção no nosso meio, é um trabalho pro futuro, por sua delicadeza e profundidade.

Valeu pela visita, viu?

Bjos!!!