terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Obrigado, 2010!

Amigos prezados,

Creio que poucos de nós, vivendo nossas experiências aqui na Terra, poderão chegar ao término de um ciclo sem ter muito o que refletir, observando erros e acertos.

De minha parte, sei que eu poderia ter sido muito melhor em muitas coisas, poderia ter me dedicado mais a atividades úteis, poderia ter sido um cidadão melhor, poderia ter sido melhor com as pessoas que estão à minha volta.

Mas... a gente faz o que consegue, e o desafio é sempre superar nossos próprios limites, geralmente tão acanhados.

Deus nos deu, quando fez a Terra girar em estações em torno do sol, a oportunidade de aproveitar ciclos bem definidos para melhor balancearmos nossas percepções sobre nós mesmos. A própria "invenção" do tempo tem essa função, e é assim que utilizamos o dia, a semana, o mês, o ano, enfim, para observarmos didaticamente a nossa caminhada.

2010 foi, para mim, um ano com frustrações e muitos outros percalços, como creio que para quase todos. Mas foi também um ano muito importante, de marcação de importantes posições e perspectivas.

Tenho muito a agradecer à vida, aos amigos encarnados e desencarnados que estão sempre nos incentivando, contribuindo para que não desistamos de dar o melhor de nós. Em especial, agradeço à oportunidade de trabalho do Viajante do Universo, a meu ver amadurecida neste 2010.

A música tem sido valiosa oportunidade de manter acesa a chama da conexão com algo superior, algo de que jamais devemos nos descuidar, ainda quando a vida se apresenta nublada.

Que 2011 seja um ano brilhante para todos nós! Que possamos realizar o pouco que nos compete de maneira cada vez mais dedicada, mas sem jamais esquecer a simplicidade da nossa proposta, essencialmente calcada no ideal de propagação da Boa Nova de Jesus, em sua maior pureza.

Obrigado a todos que visitaram esse espaço simples de comunicação e ajudaram a torná-lo um ambiente de amizade e conversa, de trabalho e difusão de ideias que nos ajudam a trilhar nosso caminho.

Encerro lembrando versos da música Mar da Vida, do nosso amigo Allan Filho, e estendo meu abraço fraternal a todos:


"Vai, enfrenta as tormentas de além-mar
Iça as velas da coragem pra lutar e ir além
Com o instrumento que se chama amor".

.

5 comentários:

Roney - florear disse...

Sem que nos demos conta, estaremos logo chamando este ano que se inicia de ano passado e assim sucessivamente.
Que todos possamos aproveitar muito bem o tesouro dos minutos na construção do amanhã feliz que desejamos, pois a eternidade é feita de segundos.

Feliz 2011 para todos!!!

Anônimo disse...

2011 promete, Denis-Denis!!! Confiemos!!! Que tenhamos olhos de ver e ouvidos de ouvir!!!

luciana1857

Cris Garcia disse...

2011... está chegando... Que este ano traga para nós, oportunidades de reencontros com amigos e com nós mesmos, de trabalho e muitas alegrias.

Um dia de cada vez, um dia feliz para nós e por nós!

E para a passagem deste ano, que possamos perceber a natureza, encontrar em cada parte a existência dEle, do Pai.

Denis, grata sou pelo espaço que em mais um ano divide conosco, nos aproximando os laços de amizade, permitindo o conhecer de mais amigos e estar sempre neste clima de interação, reflexão e estudo.

Alegrias em teu coração meu amigo.

Um grande abraço querido!

Cris.

Sader Chambela disse...

Grande Denis! Grandes amigos do blog!! Feliz 2011 para todos!!!

2010 teve percalços... em nossa jornada sempre os teremos!... mas como sempre também, as bênçãos foram infinitamente maiores!

Novos amigos, novas oportunidades de trabalho, muita música... e o maior de todas as alegrias: a chegada do nosso Lucas!

Irmão... novamente agradeço os trabalhos e espero que estejamos juntos em muitos outras atividades em 2011.

Abraço fortíssimo!!!
Sader

Denis Soares disse...

Amigos queridos,

Só posso externar o meu muito obrigado a todos vcs, pelo carinho constante que incentiva a continuação do nosso trabalho.

Ainda bem que somos muitos:
"Vamos precisar de todo mundo,
Um mais um é sempre mais que dois
Para construir a Boa Nova
Pra banir do mundo a opressão".

(Beto Guedes)

Abraços, queridos!